• 307 Jornal A Bigorna 09/02/2021 13:20:00

    Palanque do Zé

    Com esse novo cenário de Pandemia, estou modernizando os procedimentos do Escritório para ganhar eficiência e agilidade.

    Simplesmente não dá para fazer uma audiência online do jeito certo, sem esse tipo de equipamento.

    Dentre fones de ouvido, microfones e câmeras, agora meu ambiente de trabalho ganhou uma “mesa digitalizadora”, equipamento que serve dentre inúmeras coisas, para possibilitar que eu escreva “à caneta”, diretamente no computador.

    Espero que funcione e estou até ansioso por experimentar a mesa, que me foi recomendada por um amigo.

    Não pense que se trata de tecnologia complexa ou cara, pois é o oposto disso. Se você acha que esse tipo de aparelho pode lhe ser útil, vale pesquisar.

    O modelo que eu comprei foi de entrada e custou cerca de R$ 200,00. Para alguém que pretende apenas escrever, é excelente.

    Agora, se o seu objetivo é fazer arte e tal, aí você pode acabar gastando cerca de dez vezes mais. É caro? É. Mas dá pra dividir em suaves prestações sem juros, como quase tudo na vida.

    O único problema é que comprei o equipamento no Mercado Livre, de um revendedor sediado na China. Sem perceber.

    Aparentemente tudo corre bem e até o final do mês o meu equipamento maravilhosamente tecnológico produzido pela força semiescrava de trabalho de 中国 深圳 (não me perguntem a tradução disso) chegará em terras avareenses.

    E, antes que me perguntem, o frete foi grátis!

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também